A chegada do verão, para muitas pessoas, é sinónimo de momentos de diversão e relaxamento ao ar livre. Mas o calor e o sol podem ser perigosos se não se tomarem as devidas precauções, especialmente com os idosos.

Nesta altura do ano há um aumento de incidências e problemas com os mais velhos, que são levados para a urgência hospitalar. Na maior parte das vezes, estes casos acontecem por não terem sido tomadas as devidas precauções para evitar problemas causados pelo calor.

Usufrua do bom tempo, mas com alguma cautela. Veja como se pode prevenir:

Beber muita água!

À medida que se envelhece, as pessoas ficam menos ativas e transpiram pouco, o que significa que o corpo não consegue se resfriar. Além disso, é natural que se sinta menos sede. Contudo, é importante que os idosos se mantenham sempre hidratados, bebendo bastantes líquidos. Um truque para não se esquecer de beber água é dividi-la em pequenas garrafas e espalha-las pela casa.

Comer de forma equilibrada

Com o calor, os processos digestivos são menos eficientes, por isso, é importante que nestas alturas os mais velhos façam refeições mais ligeiras: carnes magras e grelhadas, como o frango e peixe, frutas, legumes e verduras. Além disso, a ingestão destes alimentos irá ajudar a manter a hidratação do corpo de pessoas que são mais vulneráveis à perda de líquidos.

Usar roupas confortáveis

Em resposta ao calor, os idosos, devem vestir roupas claras para evitar a absorção dos raios solares e dar preferência às roupas feitas de algodão e que não sejam justas ao corpo. Usar calçado confortável e fresco também é muito importante e se necessário, usar meias de algodão para prevenir o humedecimento excessivo dos pés. Proteger a cabeça da exposição direta aos raios solares, utilizando um chapéu e óculos escuros também é recomendado.

Evitar as horas de maior calor

Deve evitar-se a exposição ao sol entre as 11h00 e as 16h00 e usar protetor solar sempre que se sai de casa. Se estiver na praia use sempre chapéu e óculos de sol e mantenha-se protegido debaixo de um guarda-sol.

Manter a casa fresca

É importante que a casa do idoso esteja fresca e arejada, para isso, as persianas devem ser mantidas fechadas, especialmente nas horas de maior calor, e abertas em alturas de menor incidência de calor para entrar luz natural e arejar a casa. Uma solução para os dias de calor são as ventoinhas ou os ares-condicionados, mas sem exagerar no frio e sem estar demasiado perto da pessoa idosa.

Manter o contacto constante com o idoso

Esteja frequentemente com o idoso e caso não seja possível peça a um vizinho ou a um familiar para monitorizar o seu estado. Caso necessite, os serviços de apoio ao domicílio podem ser úteis nestes casos.

Golpe de calor ou insolação – o que é?

Este fenómeno ocorre quando o sistema de controlo de temperatura do corpo deixa de trabalhar, e por isso, deixa de produzir suor para equilibrar o arrefecimento do corpo. Os seus principais sintomas são a pele seca e vermelha, pulsação rápida, tonturas, náuseas, perda total ou parcial da consciência e elevada temperatura corporal. Se ocorrer uma situação destas com uma pessoa idosa, deverá:
• Levar o idoso para um local fresco;
• Colocar toalhas húmidas no corpo da pessoa;
• Elevar a cabeça do idoso;
• Pedir auxílio médico de imediato, caso contrário, as complicações podem ser graves, afetando o cérebro, rins e coração.

Agora que sabe quais são as precauções necessárias para proteger o idoso do calor, desfrute da sua companhia ao ar livre e aproveite os momentos de diversão.